sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Difícil viver sem...

Eu sou uma pessoa apaixonada.
Difícil viver sem paixão.
É, para mim, como viver sem sentido, sem ar.

Não sei fazer nada que não seja por paixão.
Paixão me motiva, me alegra, me faz viver!

No meu trabalho, paixão é fundamental.
Advogo por paixão.
Leciono por paixão.
E não poderia ser diferente...

Relatar e fundamentar uma idéia ofertada por um dos meus momentos 'De Masi' de ócio, não tem preço, especialmente quando percebo que é esta idéia que 'salvará' um determinado procedimento.
Não é trabalhar com 'brechas', é trabalhar com informações!

Experimentar o carinho de meus alunos me é tão especial quanto.
Não por ser um carinho - algo, por si, já bem especial - mas, por saber que este carinho representa, também,  uma boa dose de interesse recém-despertado pela disciplina que leciono.

Receber retorno positivo de um colega de equipe, ouvi-lo/a dizer que se sente seguro, amparado, ainda que diante de um problemão, é maravilhoso.
Adoro equipe. Equipes nos fazem crescer, nos permitem trabalhar e divulgar informações antes fragmentadas... E, conforme as peças se encaixam, impossível não se sentir como parte de algo muito especial...

E as pessoas ainda me perguntam o porquê de trabalhar tanto!?
Trabalho porque é bom!
É divertido!
É especial!
É apaixonante...

[Ainda que não tenha falado diretamente sobre eles, gostaria de dizer que os 'musos' inspiradores deste post são meus alunos de 4º período da Unipac. Hoje, tivemos nosso primeiro dia de aula do semestre, com apresentação do planejamento, discussão a respeito dos formatos das avaliações e projetos interdisciplinares que trabalharemos. INCRÍVEL é a palavra que melhor descreveria nosso reencontro... apaixonante... ]

Um comentário:

Paula Palacio disse...

Ahhh Cris....
Você é demais!!!
Suas aulas são show!!!
E será INCRÍVEL esse semestre....