sexta-feira, 30 de março de 2012

Capitu.


Sinto sua falta
No aqui,
No ali,
No ‘ali de mineiro’...
Lá,
Cá,
E acolá...

Sinto falta de hoje,
De ontem,
De ‘tresontônti’.
Sinto falta de antes,
De durante,
De depois.
Mas, não sinto quanto você se ausenta.

Sinto quando você não está,
Mas quando está e, assim, distante,
Me falta pé,
Me falta ar,
Me falta sol,
Me falta mão.

Não sei gritar.
Não sei falar se não me ouve.
E fico muda...
E fico triste,
E fico aqui...
Sentindo sua falta.
.
.

Nenhum comentário: