segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

RESPEITO




Se tem uma coisa de que não gosto é do tal do preconceito. Outra é a discriminação. Preconceituoso é aquele que escolheu ignorar. Aquele que discrimina optou por segregar.

Não critico os (ou a falta de) deuses de ninguém...
Não critico a sexualidade de ninguém...
Não critico a música que serve aos ouvidos de ninguém...

Se você não me serve, não convivo contigo.
Não critico, não recrimino.
Simplesmente te largo. Vivo, e deixo viver... Vá...

Adoraria ver um jogo de futebol, em um estádio bem grande.
Temo pela minha segurança mesmo sabendo que nem todos os torcedores agem como animais. Não vou.

Levava meu filho a todas as paradas gay das cidades em que estivéssemos no momento. Adorava a festa, a proposta.
Um dia vi um rapaz quase nu e uma moça com os seios de fora> Não gostei. Nunca mais levei. Nem fui.
E também não assisto desfiles de carnaval... acho o despudor uma coisa medonha!

Adoro jukebox de boteco.
Quando começam a tocar funk ou sertanojo, fecho a conta e vou beber em casa.
Eu tive o direito de ouvir todas as MINHAS boas músicas dos anos 80 e 90, certo?
Então, todos podem fazer o mesmo... fui...

Acho que banco de praça não foi criado para "pré-sexo".
Já acho absurdo o famoso "desentupidor-de-pia" em público, qualquer que seja o local, qualquer que seja o casal. Saio de perto... acho deselegante.

Se você me desejar a companhia de seu Deus, responderei um "amém" de todo o coração.
E talvez eu vá a um culto, missa ou reunião por carinho a você. Mas, não ache que pode me obrigar a temer o que não temo ou a enxergar o que não vejo...

Respeito.
Tente você também.
É mais simples do que parece: basta se preocupar com sua vida. Unicamente.


Nenhum comentário: